Ministro da Agricultura já é confrade do Fumeiro de Vinhais

Ministro da Agricultura já é confrade do Fumeiro de Vinhais

Em plena Feira do Fumeiro de Vinhais o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, foi entronizado na Confraria do Porco Bísaro e do Fumeiro de Vinhais. Esta é uma honra e um reconhecimento atribuído a pessoas que, no âmbito da sua vida profissional ou pessoal, contribuem para a valorização e promoção do porco bísaro e dos produtos que lhe estão associados e, consequentemente, para o desenvolvimento do mundo rural.
“É uma enorme honra fazer parte desta confraria e ainda mais sentir que também fizemos parte do processo de desenvolvimento rural que aqui se verificou, recordo que no meu anterior mandato como ministro da Agricultura neste município reclamavam a construção do matadouro e nós apoiamos essa construção”, recordou o governante. “aqui tem-se feito um trabalho exemplar, Vinhais tem 13 produtos certificados (com Denominação de Origem Protegida e Indicação Geográfica Protegida), oito deles ligados ao porco e ao fumeiro e isso significa criar valor nos recursos locais”, continuou.
No “capítulo” deste ano recebeu ainda as honras de integrar a confraria o Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Fontainhas Fernandes, uma instituição de ensino superior que desde a primeira hora foi parceira, quer do município de Vinhais, quer da Associação de Criadores de Suínos de Raça Bísara, nos estudos e investigação que levaram à valorização da raça e à certificação dos produtos e na própria formação profissional dos produtores.
Os novos confrades foram recebidos no Centro Interpretativo do Porco Bísaro, um local de memória e de promoção, onde se guarda a história e as histórias que definem o percurso do porco Bísaro e da própria Feira do Fumeiro. “Neste lugar há memórias do próprio ministro da Agricultura, quando anteriormente exerceu essas mesmas funções e nos apoiou e nos visitou”, referiu a Grão-Mestre da Confraria, Carla Alves. Um “Presunto Bísaro de Honra” esperava aqui os convidados que, depois da visita ao local se dirigiram para o salão nobre da Câmara Municipal onde aconteceu a entronização. Um momento que também serviu para dois chefs de cozinha, Marco Gomes e Óscar Geados, deixarem o seu testemunho sobre a importância de trabalharem na cozinha contemporânea, de autor, com produtos certificados e até com a carne fresca de porco bísaro também já com certificação.
Alexandrina Fernandes, confrade e criadora da raça bísara, fez uma breve exposição do percurso feito para a afirmação e o reconhecimento da raça e do fumeiro.
Capoulas Santos, já na qualidade de confrade mas sem despir em nenhum momento a “capa” de ministro da Agricultura participou ainda num dos momentos mais altos da Feira do Fumeiro de Vinhais, que é a entrega de prémios do concurso do melhor Salpicão.
Depois da atribuição dos prémios visitou o certame que, recordamos, contou com 75 produtores de Fumeiro de Vinhais, espaço gourmet com produtos tradicionais, exposição de maquinaria agrícola, espaço de animação, com concertos, tasquinhas e restaurantes, artesanato e até feira de rua. No total mais de 500 expositores fazem deste certame o maior do género de toda a região norte. Só nesta feira são vendidas mais de cinco toneladas de fumeiro, recordamos que a fileira injeta na economia local mais de seis milhões de euros. Este ano a organização acredita que o número de visitantes vai ultrapassar os 80 mil.
As expectativas forma mais um ano cumpridas, fica o desafio para 2018: “Não é fácil conseguir inovar ano após ano mas o nosso desafio mantém-se, fazer sempre mais e melhor”, rematou o presidente da Câmara, Luis Fernandes.

Partilhar:
Facebook Twitter Linkedin Digg Delicious Reddit Stumbleupon Email

Comentários

comments